Curso técnico em administração: Saiba tudo sobre

Alguns estudantes costumam pensar no curso técnico de administração como uma opção quando não tem certeza do curso que querem fazer. Mas, na verdade, a administração é uma formação ampla e bastante completa e que habilita o profissional a atuar em diferentes áreas do mercado de trabalho já que, independentemente do segmento, é preciso fazer a gestão do negócio. Acompanhe este post e saiba mais sobre o curso técnico em administração, o mercado de trabalho para esta profissão, vagas e salários.

Aprender a fazer gestão é um dos principais pontos do curso técnico em administração. Ingressar em uma empresa como técnico em administração pode ser a porta de entrada para uma carreira brilhante.

Técnico em administração: uma forma de dar início à carreira

Como na maioria dos cursos técnicos, o curso técnico em administração também exige que o aluno tenha prática no assunto. Além do estágio supervisionado, o aluno desenvolverá, no decorrer do curso, projetos integradores que vão prepará-lo melhor ainda para o exercício da profissão.

Ao realizar o estágio como técnico em administração, o aluno tem a oportunidade, não somente de por em prática o conteúdo aprendido no curso, mas também de mostrar seu potencial e ser contratado na empresa.

Por ser bastante generalista, o curso técnico em administração amplia as possibilidades de atuação no mercado, não só no que diz respeito ao segmento, mas também nos diferentes departamentos da empresa. Além de mais opções de vagas de emprego, essa amplitude faz com que o profissional possa se conhecer melhor e identificar o que gosta mais de fazer.

Quais as disciplinas do curso técnico em administração?

Além das disciplinas que são base de qualquer curso de administração como a teoria geral da administração, o aluno também é preparado para atuar em Marketing, Finanças, Logística, Recursos Humanos, etc.

O técnico em administração passa por uma formação que o ajuda a entender:

  • As legislações trabalhistas, tributárias e ambientais, que impactam a organização;
  • O que é um plano de negócios e ter a capacidade de apresentá-lo, vendê-lo e, principalmente, de executá-lo;
  • Fazer a gestão para que seja executado.

Cadeiras como a de psicologia organizacional também são bastante importantes pois, ao administrar uma empresa, é preciso fazer a gestão de recursos financeiros e operacionais. Mas, em geral, o mais desafiador é fazer a gestão de pessoas. Além de contribuir com o desenvolvimento do aluno para que esteja apto a fazer a gestão de pessoas, o curso técnico em administração trabalha também o auto-desenvolvimento do aluno.

Mercado de trabalho para o técnico em administração

Muito mais que uma disciplina dentro da matriz curricular do curso técnico de administração, o empreendedorismo é essencial aos administradores. O mercado de trabalho oferece para os técnicos em administração, oportunidades no negócio próprio ou atuando como funcionário. Sim, é possível ser empreendedor sem ter sua própria empresa. Mudar um processo, sugerir uma nova solução ou negócio é também uma forma de empreender.

Do ponto de vista mais comum quando se fala em empreender, está a criação de uma empresa. Mesmo diante da crise, o Brasil continua registrando, mesmo que tímido, um aumento de criação de novas empresas.

O problema é que, muitas vezes, por falta de conhecimento em administração e gestão, estas empresas não têm continuidade, gerando uma frustração em quem investiu e desemprego para quem havia sido contratado. É aí que se abre um espaço no mercado de trabalho para os técnicos em administração.

Quando fazer o curso técnico em administração

Não importa se você está começando sua carreira agora ou está há 20 anos no mercado de trabalho. O que vale é entender qual seu objetivo com o curso técnico em administração. Por exemplo, imagine que sua família há muitas gerações possui um restaurante. Próximos da aposentadoria, seus pais decidem descansar e, agora, você terá que administrar o negócio da família.

Talvez, neste cenário, não haja tempo hábil para você fazer um curso superior em administração. Mas, o curso técnico em administração, com viés mais prático, certamente lhe ajudará a tomar as decisões mais acertadas para sua empresa.

Ou então se você já está na empresa há algum tempo, tem experiência na função e consegue executá-la muito bem, mas quer continuar crescendo, fazer um curso técnico em administração também pode ser uma boa opção. Em resumo, estudar é sempre válido, independentemente da formação escolhida.

Atividades de rotina, entregas inesperadas e que tragam resultado

Ao se deparar com o início das atividades como técnico em administração, alguns profissionais encontram atividades bastante rotineiras e operacionais. Neste momento, vale colocar em prática todo o conteúdo aprendido para ir além do que está proposto.

Se você acredita que a forma como o processo vem sendo feito pode ser otimizada, em tempo ou em custo, não deixe de propor melhorias. Se você só executar as atividades com as quais se comprometeu, dificilmente a sua formação como técnico em administração terá valor agregado à sua carreira, por isso, use e abuse do conhecimento obtido para expor sua opiniões e ideias na empresa.

Quanto ganha um técnico em administração

O salário inicial de um técnico em administração costuma ser, em média, de R$ 1,5 mil. De acordo com a experiência, este valor pode chegar a até R$ 6 mil. Claro que isso depende do porte da empresa em que se atua e das demais experiências que o técnico em administração agrega em seu currículo.

Técnico em administração X curso superior

Ficar em dúvida entre fazer um curso técnico ou uma graduação é bastante comum, principalmente, no início da carreira. Em geral, a melhor maneira de descobrir é se perguntando qual é a finalidade da formação.

Muitas pessoas acreditam que a única diferença do curso técnico em administração e do curso superior é o tempo de duração. É claro que isso influencia bastante na matriz curricular e na carga horária de cada uma das disciplinas propostas. Mas, isso não quer dizer que o curso técnico em administração deva ser encarado como uma forma mais rápida de finalizar a formação.

A principal diferença está mesmo no objetivo. Em geral, quem procura o curso técnico em administração ou já está no mercado de trabalho ou quer experimentar a prática daquela profissão antes de se dedicar com maior profundidade às teorias e pesquisas que embasam o curso. Isso não quer dizer que o curso técnico em administração não possua matérias teóricas, mas que elas sempre estarão atreladas à prática no ambiente de trabalho.

Se você procura uma instituição que lhe prepara e encaminha para uma rápida inserção no mercado de trabalho, então se inscreva no curso técnico de administração da Famesp.

Clique no vídeo e precione o mouse arrastando para visualizar toda a sala

Promoção Acelera com a Famesp - Ganhe uma moto

INVESTIMENTO: Clique abaixo para visualizar os valores.

+MATRÍCULAS 2017.2 - INÍCIO EM AGOSTO

PERÍODO DA NOITE – 19h às 22h30

Mensalidade de R$ 329,00*

*Valor da Mensalidade com desconto para pagamentos até o dia 08 de cada mês.

+MATRIZ CURRICULAR

TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO1000h
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
MÓDULO I – 500h
Legislação Tributária e Trabalhista – 80h
Comunicação Empresarial, Relatórios e Projetos – 40h
Informática Aplicada – 40h
Teoria Geral da Administração – 80h
Ética e Psicologia Organizacional – 80h
Administração Financeira – 80h
Projeto Interdisciplinar – 100h
MÓDULO II – 500h
Marketing e Propaganda – 80h
Empreendedorismo – 80h
Assistência em Custos – 40h
Gestão Ambiental – 40h
Logística Empresarial – 80h
Recursos Humanos e Gestão de Pessoas – 80h
Plano de Negócios – 100h

+DOCUMENTOS PARA A MATRÍCULA

A matrícula deverá ser realizada na Secretaria da MÉTODO. Apresentar cópia autenticada ou simples com apresentação do documento original:
– Certificado de conclusão do curso de Ensino Médio e Histórico Escolar (ou Declaração de Matrícula do 2º ou 3º ano do Ensino Médio)
– RG ( Cédula de identidade )
– CPF Cadastro Nacional de Pessoa Física (CIC)
– Título de eleitor aos maiores de 18 anos
– Prova de quitação com o serviço militar para maiores de 18 anos, se do sexo masculino
– Certidão de nascimento ou casamento
– Comprovante de residência com CEP
– Duas fotos 3×4 recentes e iguais

Comentários

comentários