Técnico em Segurança do Trabalho – Dúvidas sobre a área e curso | Famesp São Paulo

O mercado de segurança do trabalho não tem descanso: afinal de contas, com tantos segmentos profissionais, cada um possui particularidades que exigem um vasto conhecimento para garantir a integridade e segurança do indivíduo.

Por isso, um curso técnico em segurança do trabalho se faz tão necessário atualmente. Afinal de contas, o curso desenvolve diversas competências que diferenciam o profissional e garantem sua capacitação para enfrentar a concorrência.

Quer saber tudo o que você precisa para ingressar neste curso e dar uma guinada em sua carreira profissional? Confira as principais dúvidas dos interessados em nosso curso técnico em segurança do trabalho, e solucionadas ao longo deste artigo!

Valor

Documentação

Mercado

Horários

Grade do curso

Diferenciais

Matricule-se

 

Gostaria de saber o valor do curso técnico em segurança do trabalho?

O curso é dividido em 3 módulos semestrais, com duração total de 18 meses. Como a Famesp oferece opções de cursos nos períodos matutino e noturno, as mensalidades são distribuídas da seguinte maneira:

  •        Período da manhã: mensalidade de R$ 339;
  •         Período da noite: mensalidade de R$ 359.

Quando abrem as inscrições para uma nova turma do curso?

As inscrições para a turma de 2018 já estão abertas. Para tanto, vale ter em mente que os alunos precisam apresentar a seguinte documentação na Secretaria da MÉTODO:

Documentos obrigatórios no ato da matrícula:

  • RG*;
  • CPF*.

Documentos a serem entregues até o 1º dia de aula:

  • 2 fotos 3×4;
  • certidão de nascimento ou casamento;
  • comprovante de residência;
  • comprovante do ensino médio;
  • reservista (homens);
  • título de eleitor.

Após o término do curso vocês encaminham o aluno para o mercado de trabalho?

O estágio supervisionado para o curso técnico em Segurança do Trabalho não é obrigatório, porém a Famesp possui um setor de Estágio que recebe diariamente anúncio de vagas de todas as áreas de cursos da Famesp. Além disso, a modalidade de cursos técnicos já aproxima  o profissional do mercado de trabalho. Isso porque ele tem um contato direto com as situações ocorridas no cotidiano. E isso ajuda a estabelecer um conhecimento prático do setor, capaz de estimular o networking com empregadores em potencial do setor.

Quais são os horários do curso técnico em segurança do trabalho?

Com aulas no período da manhã e da noite, o curso técnico oferece versatilidade para que o aluno busque a melhor alternativa para a sua rotina. Com isso, o curso se divide em:

  •         Período da manhã: das 8h às 11h30;
  •         Período da noite: das 19h  às 22h30.

Gostaria de saber se o curso tem disponibilidade online…

Não, a modalidade de curso técnico da Famesp, possui aulas práticas e visitas monitoradas desde o primeiro módulo, pois tem como foco preparar o aluno para o mercado, trabalhando em todas as aulas o exercício prático das rotinas da profissão.

Qual é a grade curricular do curso?

Cada módulo testa os alunos em diferentes competências — teóricas e práticas — para que se tornem profissionais exemplares no mercado. Assim,o curso foi idealizado da seguinte maneira:

MÓDULO I (440 horas)

  •         Legislação Aplicada – 80h;
  •         Primeiros Socorros – 80h;
  •         Gestão Ambiental e da Qualidade – 80h;
  •         Gestão de Recursos Humanos e Comunicação – 80h;
  •         Fundamentos de Segurança – 80h.

MÓDULO II (440 horas)

  •         Higiene do Trabalho: agentes físicos – 80h;
  •         Máquinas e equipamentos – 80h;
  •         Sistemas de Segurança na Construção Civil – 80h;
  •         Ergonomia – 80h;
  •         Doenças Ocupacionais – 80h.

MÓDULO III (440 horas)

  •         Higiene do Trabalho – 80h;
  •         Sistemas de Segurança em Eletricidade – 80h;
  •         Prevenção e Combate a Incêndio – 80h;
  •         Gerência de Riscos – 80h;
  •         Avaliação e Perícias – 80h;

PROJETOS INTERDISCIPLINARES – 120h.

Quais são os diferenciais do curso?

A preparação para o mercado de trabalho é contínua. Por meio da ampla e diversificada qualificação de seu corpo docente, o curso técnico em segurança do trabalho ajuda na capacitação de seus alunos para a realização de atividades nos seguintes setores produtivos:

  •         Indústrias e empresas;
  •         Brigadas de incêndio;
  •         Escolas e instituições públicas e privadas;
  •         Programas de orientação sobre normas de segurança e prevenção de acidentes;
  •         Análise de viabilidade de medidas de segurança;
  •         Inspeção de postos de combate a incêndios;
  •         Investigação e registro de ocorrências.

Já se convenceu de que o curso técnico em segurança do trabalho pode ser um passo definitivo rumo à sua especialização profissional? Então, aguarde as próximas turmas e  faça a sua reserva no curso da Famesp!

Pesquise seu curso ou assunto.

Comentários

comentários