Curso técnico ou faculdade: qual escolher?

curso tecnico ou faculdade qual escolher

A dúvida é tão comum quanto as primeiras interações com as fórmulas matemáticas: afinal de contas, qual o melhor caminho: investir em um curso técnico ou investir logo em uma faculdade?

A reflexão pode ir além, inclusive. Isso porque muitos alunos saem do ensino médio sem sequer saber qual carreira seguir. Por isso, é importante desatar os nós criados pelas indecisões, planejando o futuro — seja em curto, médio ou longo prazo.

Para ajudar nessa questão tão complexa, neste artigo nós vamos apontar para você as diferenças entre o curso técnico e a faculdade. Isso já deve servir para você entender onde investir primeiro o seu tempo e conhecimentos. Confira!

O que é o curso técnico?

Basicamente, o curso técnico é uma modalidade de ensino em que a capacitação profissional técnica é a prioritária. Isso porque os conhecimentos aplicados são inteiramente direcionados aos campos de atuação que os alunos demonstrem interesse.

Ou seja: um curso técnico em administração, por exemplo, é idealizado para focar nas competências, habilidades e conhecimentos teóricos e práticos que um profissional deve ter, pronto para atuar na profissão.

O melhor é que os alunos não precisam, necessariamente, serem formados no ensino médio para investir em um curso técnico. É possível fazer ambos, inclusive, ao mesmo tempo. Assim, você pode se preparar para o mercado de trabalho enquanto ainda não se decidem por qual carreira seguir.

E, para que você tenha uma ideia da popularidade dessa modalidade de ensino: em 2014,  3,4 milhões de pessoas estavam matriculadas em cursos técnicos. Prova de que essa opção tem alta relevância e eficácia para o currículo profissional.

Sem falar que é uma porta de entrada rápida para o mercado de trabalho. Recrutadores ficam de olho nos candidatos com a melhor preparação para se destacar desde cedo em suas profissões.

Por isso, os diferenciais de um curso técnico podem ser classificados como o seguinte:

  •         Cursos com duração menor (a partir de 12 meses), em comparação com o ensino superior;
  •         São mais acessíveis, por serem ministrados a partir de conhecimentos específicos e também por conta de sua curta duração;
  •         Formação mais prática e dinâmica para os alunos;
  •         O material acadêmico também pesa menos no orçamento;
  •         Possui bom retorno financeiro, considerando que o profissional pode ingressar mais cedo no mercado de trabalho do seu interesse;
  •         Boa aceitação de recrutadores, sendo o curso técnico um diferencial, hoje em dia, para os profissionais que contratam;
  •         O processo seletivo é mais acessível;
  •         É uma porta de entrada para conhecer os seus interesses pessoais e profissionais, de maneira que a decisão pelo curso de nível superior seja assertiva.

Caso queira inteirar-se a respeito do curso técnico, e quais portas profissionais essa formação pode abrir para você, acesse a página especial de cursos da Famesp!

O que é a faculdade?

Já o ensino de nível superior, tal qual o curso técnico, emite diploma após a sua conclusão. A grande diferença, aqui, está na duração dos cursos (de 4 a 6 anos, em média) e no direcionamento das aulas, focando em outras competências do aluno, como a problematização de questões inerentes às profissões e outras questões mais estratégicas de cada profissão.

Para entender um pouco mais sobre o assunto, selecionamos algumas das vantagens que a graduação de nível superior possui e pode agregar à sua vida:

1. Valoriza ainda mais o aluno como profissional

Segundo o IBGE, alunos com curso superior podem ter um salário até 219,4% maior do que os profissionais sem diploma. Ou seja: a conclusão do curso capacita os alunos, de maneira que eles podem ter um valor maior, aos olhos de recrutadores, ao longo dos anos.

2. Complementa a especialização de um curso técnico

Tudo aquilo que você viu em um curso técnico é trabalhado na faculdade em outros aspectos. Isso traz duas vantagens para o aluno: a de reconhecer algumas disciplinas e suas aplicações; e a de chegar com mais preparo e criticidade no mercado de trabalho.

3. Aumenta as opções na carreira

Muitas empresas procuram por profissionais com diploma de nível superior. E, com os conhecimentos previamente adquiridos com o curso técnico, os alunos podem ter contato com as melhores oportunidades do mercado por entender melhor como as coisas se encaixam.

Curso técnico ou faculdade?

Como vimos, ambas as opções possuem qualidades e, inclusive, são complementares. Mas, mediante a urgência de um momento para decidir-se entre um e outro, reunimos algumas considerações sobre o assunto:

Entenda o que cada uma tem a oferecer

Existem limites profissionais para o aluno formado em um curso técnico. Juízes, por exemplo, necessitam de um diploma de nível superior. Alguns cargos em empresas também têm como pré-requisito que o aluno tenha formação acadêmica. Sem falar que as especializações acadêmicas, como MBA, mestrados e doutorados, só podem ser realizadas após uma graduação na faculdade. Por isso, é interessante planejar exatamente o que você procura em sua carreira antes de tomar a melhor decisão de escolha.

Procure se orientar com base em seus interesses

Se, por um lado, a graduação de nível superior oferece amplitude nas escolhas profissionais, o curso técnico se destaca por facilitar o ingresso rápido no mercado de trabalho.

Com um curso técnico de farmácia, por exemplo, o aluno pode ingressar na indústria farmacêutica, sem a obrigatoriedade de um diploma, logo após a saída do ensino médio. Dessa maneira, entender — mesmo que minimamente — os seus interesses já ajuda a estabelecer metas para desenvolver-se profissionalmente. Algo que ajuda a planejar também o tempo e dinheiro investidos nos próximos anos em seu aperfeiçoamento.


E então, deu para entender as diferenças entre curso técnico e a faculdade — e por onde se guiar para decidir-se entre um e a outra? Caso tenha ficado com dúvidas, não hesite em compartilhá-las conosco, no campo de comentários deste post!

Pesquise pelo nome do curso ou assunto.