dia-do-profissional-das-tecnicas-radiologicas

Dia do Profissional das Técnicas Radiológicas

Hoje, 8 de Novembro, é o dia do profissional que enxerga além do que os olhos podem ver, sua profissão salva vidas!

O método de imagem é primordial para diagnóstico e prevenção de doenças.

Os equipamentos de diagnóstico por imagem são essenciais nos dias de hoje, pois garantem o auxílio que os médicos necessitam para detectar doenças por meio de imagens das estruturas internas do organismo.

Alguns segmentos de atuação deste profissional são: Radiologia Convencial, Ressonância Magnética, Tomografia Computadorizada, Densitometria Óssea, Radioterapia, Medicina Nuclear, Gestão de Equipes e Docência.

A Famesp parabeniza os profissionais das Técnicas Radiológicas! 

Há mais de 19 anos acreditamos e nos orgulhamos dessa profissão e de seus profissionais.

Corpo docente em constante evolução 

Nesse dia tão especial, em que comemoramos a existência dos profissionais das técnicas radiológicas, direcionamos os parabéns também, para a conquista do nosso coordenador do curso de graduação em Radiologia, o Professor Guilherme Oberto Rodrigues.

Um profissional que atua na área há mais de 19 anos e hoje, recebe o título de Doutor em Ciências da Saúde – Cardiologia.

Parabéns Dr. Guilherme Oberto Rodrigues!

Conheça um pouco de sua trajetória acadêmica:

  • 2019. Instituto de Cardiologia – Fundação Universitária de Cardiologia do Rio Grande do Sul – IC-FUC: Doutorado em Ciências da Saúde – Cardiologia.
  • 2012. Instituto Brasileiro de Gestão de Negócios – IBGEN: Especialista em Formação Pedagógica
  • 2012. Pós-graduação Strictu sensu no IC-FUC: Mestre em Ciências da Saúde com ênfase em Cardiologia 
  • 2006. Pós-graduação stric sensu no IC-FUC: Ingresso no mestrado e início na carreira de pesquisador
  • 2002. Instituto de Administração Hospitalar e Ciências da Saúde – IAHCS: Especialista em Administração Hospitalar
  • 2000. Universidade Luterana do Brasil – ULBRA: Graduado no Curso Superior de Tecnologia em Radiologia

 

Confira aqui o artigo publicado do Doutorado.

post-guilherme-oberto-doutorado