8 dicas para se preparar para o vestibular

8 dicas para se prepara para o vestibular famesp

O fim do ano já está aí, e para quem é jovem, isso quer dizer que o futuro está bem mais perto do que se imagina.

Afinal, para quem está concluindo o Ensino Médio da Educação Básica, esse último mês do ano indicam o momento certo para prestar o vestibular e escolher a sua profissão, ou pelo menos um caminho a ser seguido. Entretanto, é comum que, bem nessa hora, a ansiedade e o nervosismo atinjam o adolescente em cheio, adicionando mais e mais dúvidas à sua mente e impedindo que os estudos avancem de forma construtiva.

Pensando nisso, percebemos o quanto os jovens precisam de ajuda nesse momento tão desafiador como o vestibular. Por isso, o nosso objetivo hoje é trazer algumas dicas que possam auxiliar esses jovens a estudar para os exames e provas oficiais de cada instituição de ensino superior do país.

Antes de mais nada, é interessante ressaltar que o vestibular não é um bicho de sete cabeças e muito menos um pesadelo. Pelo contrário, se conseguir colocar as dicas a seguir em prática, você verá o quanto é possível se esforçar, desde que haja dedicação e conservação de uma rotina de estudos confortável, embora disciplinada, garantindo não só o seu bem-estar como também a sua qualidade de vida e os resultados de aprovação.

Sem mais delongas, confira abaixo dicas certeiras para preparar você nesse mundo dos pré-universitários!

1) Definição e pesquisas sobre faculdades

Para que o seu estudo seja efetivo, é recomendado que não saia praticando todos os exames de todas as faculdades. Pode ser que a ansiedade seja uma inimiga muito forte, logo, é preciso manter-se atento e muito racional.

A primeira dica é pesquisar sobre as faculdades e cursos que você deseja fazer. Dessa forma, acontece uma espécie de eleição das instituições para as quais, mais provavelmente, você deverá se candidatar. Dessa maneira, permite-se que os estudos sejam mais focados àquela determinada prova – ou a um conjunto reduzido de bancas de seleção.

E tal ‘peneira’ é importante, afinal, definindo a universidade em que pretende ingressar, fica mais fácil criar um planejamento estratégico para conseguir passar no vestibular.

Então, defina as faculdades, descubra como funciona a regra para pontuação no vestibular, de modo a entender qual o peso aplicado a cada questão e disciplina. E não se esqueça de fazer o download das provas anteriores para fazê-las como exercício. Assim, no momento certo, você pode treinar e praticar – e ainda aproveita para controlar o tempo gasto na prova!

2) Como se preparar para o vestibular

Para estudar para o vestibular, uma palavra-chave é constantemente utilizada: organização. Quando se consegue organizar seus estudos, sua rotina e seus objetivos, a prova se torna fácil.

Em todos os vestibulares, pelo menos na primeira fase, as questões são gerais, isto é, incluem temas conhecidos de todas as matérias. Pode ser que caia interpretação de estatística na parte de matemática, genética em biologia, e assim por diante. Por isso, será necessário criar um plano de estudos.

Mas, entenda que não adianta iniciar um plano de estudos faltando dias para determinada prova. É preciso tempo, dedicação e, principalmente, organização. Quando já se sabe as datas das provas – vistas com antecedência –, determine os tópicos das disciplinas e crie uma rotina, intercalando sempre uma matéria mais difícil com uma mais fácil, para que a motivação permaneça intacta.

Além disso, tente não decorar o que está sendo lido. Leia, releia, e se ainda não compreendeu, busque ajuda aos materiais extras (ferramenta de busca na internet, videoaulas, professores, amigos e assim por diante). E, claro, faça resumos.

Cuidado com interpretação de texto no vestibular

Uma das habilidades mais demandadas nos vestibulares é a interpretação de texto. E não só isso, perguntas de atualidades também são carros-chefes dessas provas – e que também envolvem interpretação crítica dos textos. A partir do momento em que você compreende o que está sendo pedido na questão, as alternativas acabam sendo obstáculos fáceis de ser ultrapassados. Portanto, leia com atenção cada questão – e alternativa.

Falando nisso, em relação às questões de atualidades, você não pode deixar de manter-se em dia sobre o que ocorre no mundo. Assista aos noticiários, leia jornais – não apenas com notícias brasileiras ou regionais, mas também de territórios estrangeiros –, entenda sobre as crises econômicas e sociais que estão ocorrendo por toda parte, e construa um painel com as notícias que julgar ser importantes.

Inclusive, o Guia do Estudante, por exemplo, lança todos os anos um resumão de notícias, em formato de revista, que pode auxiliar, e muito, o vestibulando.

O que é constantemente recomendado é que você saiba escrever sobre esses temas para a questão dissertativa dos exames, e também para a redação. Aliás, é preciso que treine a linguagem escrita a fim de evitar erros de português e ortografia, coesão e coerência.

3) Estabelecimento de uma rotina saudável

Quando se comenta sobre o período de vestibulares, muitos jovens acabam não tendo uma rotina saudável, uma vez que só pensam em estudar e praticar exercícios de provas oficiais. Entretanto, para manter o seu corpo e mente sãos, não se pode deixar de cuidar de si mesmo.

Claro que os estudos serão a sua prioridade, mas se o objetivo é absorver o conteúdo efetivamente, uma rotina saudável é a sua melhor opção.

Se o plano de estudos já está criado, inclua um horário de entretenimento e de lazer. Além disso, durma em horários adequados, um número de horas propício – entre 6 e 9 – descansando, literalmente, o corpo e a mente. E tente alimentar-se bem, com proteínas que fornecerão energia para os estudos.

O que comer no dia antes do vestibular

No dia anterior ao vestibular, mantenha-se em alimentação leve. Nada de gorduras, restaurantes com comida pesada ou experimentar pratos novos. Tente comida caseira, sem qualquer impacto diferente em sua saúde. E, por volta de 21 – 22 horas, só beba chás e frutas. Tudo isso para que sua digestão favoreça seu repouso.

4) Treinamento de provas antigas

Com os conteúdos já apreendidos (a partir do plano de estudos), chegará uma hora em que você precisará colocar em prática tudo que foi estudado até então. Portanto, organize seu tempo e inicie um treinamento. Como já dissemos, pegue uma prova anterior da faculdade que deseja – ou até mesmo do ENEM, – e faça.

Na véspera do vestibular

No dia anterior ao momento da prova, tente se desligar um pouco dos assuntos relativos aos estudos. Veja filmes, jogue games, saia com amigos e família – só não esqueça de dormir cedo, ok?

No dia do vestibular

Em primeiro momento, faça a prova sem se preocupar com o cronômetro. Leia as questões atentamente, faça uma por uma e não se esqueça de fazer a redação também. Em seguida, corrija.

Marque aquelas questões em que não entendeu muito bem a pergunta ou aquela questão em que o tema é difícil para você. Dessa forma, você conseguirá mapear qual é a sua maior dificuldade para que, no dia oficial da prova, você não se sinta aflito.

Dependendo de quanto acertou e errou, anote o que for necessário e estude as questões erradas. E continue tentando, pois sempre haverá uma nova chance.

Dicas finais sobre o dia do vestibular

  • Não se esqueça de conferir todos os documentos solicitados pela banca – leve RG, CPF e cartão de inscrição;
  • Veja, com antecedência, todas as formas de chegar ao local de prova. E saia com antecedência mínima de 120 min, antes do período que você levaria para chegar. Exemplo: se o trajeto de sua casa até o local de prova seria de 40 min, saia 2h e 40 min antes, e assim por diante;
  • Não deixe de levar um lanchinho leve para o local de prova. Um chocolate tamanho pequeno pode ser uma boa opção energética para quando a fome bater;
  • Mantenha a ansiedade equilibrada e não se desespere. Acredite, todo o esforço terá valido a pena!

Continue navegando pelo nosso site para encontrar mais dicas como essas para o vestibular!

Comentários

comentários