Curso técnico em design de interiores: Saiba tudo sobre

curso tecnico design-interiores

No curso de design de interiores, o aluno pode aprender a planejar e organizar um ambiente valorizando a sua estética e beleza.

Para atuar como técnico em design de interiores, além de um gosto pela beleza e estética dos ambientes, é preciso também uma facilidade de entender as necessidades e vontades do cliente. Afinal, não basta fazer um projeto bonito, ele precisa estar de acordo com as expectativas e gostos do cliente. Confira neste post qual o mercado de trabalho, salários, vagas e as disciplinas de um curso técnico em design de interiores.

Designer X técnico em design de interiores

Recentemente, em dezembro de 2016, por meio da Lei Nº 13.369, foi regulamentada a profissão de designer de Interiores. Ainda assim, muita gente tem dúvidas se o técnico em design de interiores também pode ser chamado de designer. Por isso, é importante esclarecer que a profissão de designer de interiores é reconhecida por esse título, independentemente da formação.

Como opção de formação, existem cursos técnicos, tecnólogos e graduação na área. A escolha pelo curso é sua e deve levar em conta seu objetivo, tempo e valor financeiro disponível. Em geral, os cursos técnicos em design de interiores são mais voltados à prática e ao mercado de trabalho. Já os cursos de nível superior, categoria na qual estão os tecnólogos, é possível atuar também no meio acadêmico, seja como pesquisador ou como professor da área.

O que faz o técnico em design de interiores?

O técnico em design de interiores projetará ambientes utilizando como base informações fornecidas pelos clientes e que tenham como principal norte os gostos de quem está solicitando o projeto.

Todos os projetos elaborados têm por objetivo preservarem a beleza do ambiente e também sua ergonomia para que possam garantir conforto.

Quanto ganha um técnico em design de interiores?

O salário do técnico em design de interiores costuma ser entre R$ 900,00 e R$ 5.000,00, conforme o segmento que se atua. A verdade é que, muitas vezes, o que faz uma grande diferença é a comissão recebida.

Quem atua em lojas de decoração, por exemplo, pode, além de garantir o salário fixo, ainda embolsar uma comissão que pode chegar a 7 vezes o valor do salário. Quem presta consultoria na área pode receber por hora e m². Nesse caso, a forma de remuneração pode ser parecida com quem atua com o software Autocad, que recebe por hora.

Mas, veja um pouco de como anda o mercado para esse profissional segundo um levantamento do Sine, que classifica as empresas conforme o seu porte.

Pequena
TraineeR$ 1543.52
JúniorR$ 1775.05
PlenoR$ 2041.31
SêniorR$ 2347.51
MasterR$ 2699.64
Média
TraineeR$ 1852.23
JúniorR$ 2130.06
PlenoR$ 2449.57
SêniorR$ 2817.01
MasterR$ 3239.56
Grande
TraineeR$ 2222.67
JúniorR$ 2556.07
PlenoR$ 2939.48
SêniorR$ 3380.4
MasterR$ 3887.46

O que esperar de um curso técnico em design de interiores

O curso técnico em design de interiores costuma durar cerca de um ano. Ao longo deste período, o aluno passa por módulos de aprendizagem que vão desde o desenho até o desenvolvimento de projetos. Ele terá disciplinas em que aprenderá técnicas de desenho e ilustração. E, também terá matérias com foco na tecnologia aplicada ao design de interiores, incluindo softwares e aplicativos disponíveis no mercado, como Autocad e Sketchup (3D).

Entre as disciplinas teóricas do curso técnico em design de interiores estão:

  • História da arte;
  • Linguagem técnica;
  • Representação gráfica espacial;
  • Conforto ambiental;
  • Ergonomia, entre outras.

Vale lembrar que todas estas disciplinas, embora teóricas, também têm um direcional de aplicação nos projetos. Ao longo do curso técnico em design de interiores, o aluno terá a oportunidade de conhecer as tendências da área, o que será de grande valia no exercício da profissão.

O que o técnico em design de interiores estuda?

O técnico de design de interiores estuda sobre representação gráfica, história da arte, aplicações de materiais, ergonomia aplicada a design de interiores, ilustração de projetos e outros conteúdos o que o permitirão adquirir o conhecimento necessário.

Vale lembrar que todas estas disciplinas, embora teóricas, também têm um direcional de aplicação nos projetos. Ao longo do curso técnico em design de interiores, o aluno terá a oportunidade de conhecer as tendências da área, o que será de grande valia no exercício da profissão.

Todos esses conteúdos são divididos em diferentes matérias.

DURAÇÃO – TÉCNICO EM DESIGN DE INTERIORES – 880 h

O curso técnico em design de interiores tem duração de 12 meses. Sua carga horária total é de 880h divididas em 2 módulos.

MÓDULO I –  Desenhista Projetista
Programas de AprendizagemAulas hora
Representação Gráfica40h
Aplicativos Informatizados: Software Autocad40h
Estudos e Aplicação dos Materiais de Revestimento e Noções de Conforto Ambiental80h
História da Arte, do Design e do Mobiliário80h
Linguagem Técnica e Projetiva Aplicada ao Design de Interiores80h
Composição e Projetos de Interiores I80h
TOTAL400h
DE AULAS – Horas
MÓDULO II – Técnico em Design de Interiores
Programas de AprendizagemAulas hora
Composição e Projetos de Interiores II80h
Ergonomia Aplicada em Design de Interiores80h
Ilustração de Projeto e Portfólio80h
Gestão, Ética e Comunicação Aplicada ao Design de Interiores80h
Aplicativos Informatizados: Software Autocad40h
Aplicativos Informatizados: Software Sketchup40h
PROJETOS INTEGRADORES80h
TOTAL480h
DE AULAS – Horas

Onde fazer o curso técnico design de interiores?

O local onde será realizado o curso de design de interiores precisa ser em uma instituição reconhecida e que capacite adequadamente o profissional para o mercado de trabalho. A Famesp atende a esse requisito e alguns outros como ter profissionais altamente qualificados para ministrar as aulas.

A Famesp está localizada em São Paulo, no centro de ensino técnico na zona sul de SP, pertinho do metrô Saúde e Praça da Árvore. 

Veja o conteúdo programático e matricule-se

Qual o valor do curso técnico design de interiores?

O valor da mensalidade do design de interiores é de R$ 392,00, sendo que na Famesp o curso pode ser realizado no período noturno, com aulas das 19h às 22h30.

Como ser um bom técnico em design de interiores?

Para ser um bom técnico em design de interiores o profissional precisa ter gosto pela área, se interessar por decoração, ser organizado, gostar de desenhar e saber combinar cores. Veja o porquê dessas aptidões.

  • Gostar da área: se vai trabalhar em qualquer área é preciso gostar dela para poder desenvolver um bom trabalho. Sem que haja um mínimo interesse, não conseguirá desenvolver o projetos.
  • Se interessar por decoração: a decoração é uma questão de moda e está sempre mudando, por isso é necessário estar sempre pesquisando sobre novas tendências para se manter atualizado. Dessa forma é possível atender bem aos clientes e entregar para eles os melhores ambientes.
  • Ser organizado: a organização é fundamental para esse profissional, pois, será ela que dará insumos para que se possa trabalhar os ambientes o otimizando da melhor maneira.
  • Gostar de desenhar: os projetos precisam ser detalhados visando uma perfeita execução e permitindo que o cliente entenda o que está sendo proposto.
  • Saber combinar cores: o técnico em design de interiores precisa harmonizar os ambientes e não basta apenas colocar móveis e objetos decorativos, as cores devem transmitir uma sensação e transmitir uma ideia.

Onde trabalha um técnico em design de interiores?

O técnico em design de interiores pode optar por trabalhar de diferentes maneiras. Se escolher ser autônomo precisará buscar os seus clientes, o que muitas vezes pode ocorrer em parceria com lojas e profissionais da construção civil.

Já se optar por ser funcionário de alguma empresa, tem diferentes opções, como lojas de móveis e decoração, em escritórios de design e arquitetura, em empresas especializadas em projetos de interiores, em imobiliárias, construtoras, entre outros.

Técnico em design de interiores vai além da decoração

Em geral, é o gosto pela decoração que desperta o interesse pelo curso técnico em design de interiores, mas a atuação do designer vai além disso e de um apurado senso estético.

Ao elaborar, projetar, executar e acompanhar projetos de interiores, o técnico em design de interiores deve pensar na funcionalidade, ergonomia e conforto do espaço e principalmente, conseguir captar o que o cliente tem em mente e transformar esse sonho em realidade.

Por isso, a interação com o cliente é um ponto bastante sensível da formação. Se você tem qualquer dificuldade em lidar com críticas, ao longo do curso, irá aprender a receber avaliações de maneira positiva. Em sala de aula terá, ainda, a oportunidade de praticar como entregar um projeto, equilibrando o domínio técnico em design de interiores e o que o cliente deseja.

Afinal, o melhor projeto é aquele que consegue aliar o conhecimento profissional às expectativas do cliente. Você estará bem preparado para orientá-lo, atendendo assim o que a pessoa procura ao contratar um profissional. O esperado é que o técnico em design de interiores compreenda o estilo do cliente e traduza isso em opções viáveis no projeto.

E se o técnico em design de interiores não quiser atuar na área?

Há quem pense em fazer um curso técnico em design de interiores e não queira atuar na área e não há nenhum problema nisso. Afinal, conhecimento nunca é demais e você poderá aplicar o que aprendeu na sua casa mesma.

Imagine comprar um imóvel e usar tudo que aprendeu sobre decoração no seu próprio espaço. Ou conseguir reconhecer o seu estilo e comprar os móveis e objetos dos sonhos e que combinam direitinho com a sua casa! Tudo isso é possível para quem faz o curso de design de interiores.  

 

Veja o conteúdo programático e matricule-se

tecnico em design de interiores

Tem alguma dúvida sobre a área de Design de Interiores?

PREENCHA OS SEUS DADOS E ENTRAREMOS EM CONTATO.

Nossos especialistas responderão todas para você.

Fale conosco

Comentários

comentários