outubro-rosa-cancer-de-mama-famesp

Outubro Rosa

Prevenção ao Câncer de Mama

Desde 2002 o mês de outubro foi o escolhido para dar início a campanha de conscientização que tem como objetivo alertar as mulheres e a sociedade em geral sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e, a partir de 2011, também sobre o câncer de colo de útero. Assim foi criado o OUTUBRO ROSA.

É muito importante ressaltar que o autoexame não é suficiente para a detecção precoce da doença e não substitui a mamografia.
Faça um acompanhamento periódico com o seu médico.

O Câncer de Mama é o desenvolvimento anormal de células da mama. O tumor tem cura, se é descoberto precocemente. No Brasil, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres.

campanha-outubro-rosa-famesp

Causas

O câncer de mama não tem uma causa única. Diversos fatores estão relacionados ao aumento do risco de desenvolver a doença:

  • Idade: mulheres entre 40 e 69 anos são as principais vítimas, pois o hormônio estrógeno está no auge com a chegada dessa idade;
  • Fatores endócrinos/história reprodutiva: menarca precoce, menopausa tardia, 1ª gravidez após os 30 anos, nuliparidade, uso de contraceptivos orais e terapia de reposição hormonal pós-menopausa;
  • Fatores comportamentais/ambientais: ingestão de bebidas alcoólicas, sobrepeso, obesidade na pós-menopausa, exposição à radiação ionizante e tabagismo;
  • Fatores genéticos/hereditário: se a mãe, irmã ou filha teve a doença antes dos 50 anos, a mulher tem mais chance de ter câncer de mama e deve tomar cuidados especiais a partir dos 35 anos.

Sintomas

Alguns sintomas quando percebidos devem ser avaliados, lembrando que nem toda alteração pode estar ligada ao CA de mama:

  • Nódulo palpável
  • Alteração na pele
  • Inversão de mamilos
  • Secreção saindo dos mamilos
  • Eritema (vermelhidão na pele)
  • Sensação de nódulo aumentado na axila

Existem alguns sintomas não específicos do câncer de mama, que também podem ser manifestações de outras doenças. A perda de peso inexplicável, febre e calafrio podem apontar o câncer de mama. Dores nos ossos e articulações, icterícia e sintomas neurológicos podem apontar o câncer de mama metastático

Diagnóstico

Exames de rotina e alguns complementares são realizados para a detecção precoce da doença:

  • Mamografia (exame de suma importância a partir dos 40 anos)
  • Ultrassonografia das mamas
  • Ressonância de mamas

Procedimentos como biópsias podem confirmar o diagnóstico.

A combinação do exame físico, mamografia e biópsia por agulha permite diagnosticar o câncer de mama com um nível elevado de precisão.

Tratamento

O tratamento do câncer de mama varia de acordo com o estágio do câncer e a idade da pessoa.

  • Cirurgia: envolve a remoção física do tumor. As mais comuns, são: Mastectomia – remoção completa da mama, Quadrantectomia – remoção de um quarto da mama e Lumpectomia – remoção de pequena parte da mama;
  • Quimioterapia: tratamento por substâncias químicas que afetam o funcionamento celular;
  • Radioterapia: realizada após a intervenção cirúrgica, ela consiste na emissão de radiação ionizante, com o objetivo de destruir eventuais células tumoriais microscópicas;
  • Hormonioterapia: utilização de remédios para bloquear a ação dos hormônios – testosterona, para homens e estrogênio, para mulheres – e assim evitar que eles estimulem as células do câncer a crescer.

Campanha de Prevenção ao Câncer de Mama

No dia 09 de Outubro os cursos de Radiologia da Famesp realizaram uma ação para conscientização sobre a importância do Outubro Rosa. 

Entendendo a importância da conscientização sobre o Outubro Rosa, alunos dos cursos de Radiologia da Famesp, organizaram uma ação para informar os discentes e colaboradores da instituição sobre as recomendações para o diagnóstico precoce e rastreamento de câncer de mama, indicadas pelo Ministério da Saúde.

A ação teve como principais objetivos:

  • Promover a integração entre os cursos, através da divulgação de informações sobre o câncer de mama;
  • Estratégia de Conscientização – estimular a postura de atenção das mulheres em relação à necessidade de investigação oportuna das mamas e reparar em alterações suspeitas;
  • Arrecadar lenços para doação às pacientes carentes submetidas à quimioterapia (a doação será direcionada ao Hospital Icesp, que realiza internamente esse papel social de distribuição).

No dia, os alunos convidaram a comunidade escolar para conhecer o mamógrafo da instituição e distribuíram folders informativos, reforçando os principais cuidados. Além disso, teve uma exposição no pátio de peças anatômicas simulando nódulos mamários. Todo o material foi confeccionado pelos próprios alunos, com a orientação dos docentes dos cursos.

Campanha de Arrecadação
Lenços que Unem

‘Doação’ é uma palavra tão pequena, mas que contém um significado tão grande… Doar é o ponto de partida para qualquer mudança que gostaríamos de ver no mundo. Seja doação do seu tempo, recursos financeiros, carinho ou amor. Nós sempre podemos fazer algo!

Como parte da campanha de prevenção do Câncer de Mama, os cursos de Especialização Técnica em Mamografia e Técnico em Radiologia, estão arrecadando lenços para doar ao Projeto Lenços que Unem.

O Projeto Lenços que Unem, uma ação do Instituto de Oncologia Santa Paula e a Rede Conecte, tem como principal objetivo promover a conectividade entre mulheres que carregam consigo o poder da superação, devolvendo a autoestima e a confiança através da troca de experiências e sentimentos. Por acreditar que a simbologia do lenço carrega consigo o sentimento de carinho, solidariedade, amor, que além de presentear, apoia e fortalece a mulher estabelecendo uma relação madura e real com sua beleza, ele foi escolhido como símbolo principal. 

Ponto de Arrecadação: Recepção FAMESP – Av. Jabaquara, 1314/1324, ao lado do metrô Saúde.

Juntos somos mais fortes! 

DOE LENÇOS, PARTICIPE DESSA CAMPANHA E TRANSBORDE COR NA VIDA DE TANTAS MULHERES QUE ESTÃO EM TRATAMENTO DO CÂNCER DE MAMA.

lencos-que-unem-camoanha-outubro-rosa-famesp

Depoimento de uma guerreira
Bianca Andrade

Para dar início à campanha Outubro Rosa a Famesp abriu as portas para a palestrante Bianca Andrade. Ela fez um relato emocionante sobre a sua vivência e superação do Câncer de Mama.

No seu depoimento, Bianca contou como descobriu o câncer e detalhou todas as etapas do tratamento da doença, enfatizando a importância da detecção precoce para a cura da doença e prevenção do Câncer de Mama, a importância da empatia, resiliência e da humanização do profissional da área de saúde.

Bianca relatou vários aspectos do seu tratamento, abordando as dificuldades, os medos e a questão da auto estima comprometida com a mastectomia. Para finalizar, ela doou os lenços que usou durante o seu tratamento para o Projeto Lenços que unem.